sábado, 27 de março de 2010

E A JUSTIÇA FOI FEITA?????

Os jurados concluíram que o casal praticou o crime (homicídio triplamente qualificado) usando meio cruel e que dificultou a defesa da vítima. O crime é agravado ainda por tratar-se de uma menor de 14 anos de idade. A sentença foi comemorada com fogos, palmas e gritos pela multidão que aguardava o anúncio do lado de fora do Fórum de Santana. A queima de fogos durou pelo menos três minutos. O pai de Alexandre, Antonio Nardoni, sentado ao lado da filha na primeira fila, chorou bastante. - O brilho da noite é do promotor Francisco Cembranelli - reconheceu o advogado de defesa do casal, Roberto Podval, que disse já ter recorrido da sentença, mas não deu detalhes do tipo de recurso. (Fonte: Globo.com).
CPI-BRASIL.COM(Comentário):
Aos 40 minutos de hoje, finalmente terminou o julgamento do caso que abalou a sociedade brasileira nos últimos dois anos. Mesmo com a possibilidade da impetração de algum recurso, pelo novo código penal, não mais haverá a necesidade de novo juri popular. O desfecho deste caso, leva-nos a
conclusão de que que: Temperamento explosivo do pai. Desequilíbrio emocional e ciúmes da madastra, são os principais fatores da morte de uma criança de apenas cinco anos. Com longo e explica
tivo texto de sentença, o juiz usou palavras duras na sua decisão. A condenação do Alexandre Nardoni:31 anos, 1 mês e 10 dias. A madrasta: 26 anos e 8 meses.
Obs: o tempo de prisão em regime fechado:
Nardoni: 2/5(dois quintos)=12/13 anos em regime fechado + 1/6(um sexto)=2,5ou 3 anos em refime semiaberto= 15/16 anos de prisão.
Ana Jatobá: 11 anos em regime fechado + 3 anos em regime semiaberto = 14 anos de prisão.

3 comentários:

Maria José disse...

Finalmente o caso chegou ao fim. Finalmente esta criança poderá ter um pouco de paz no mundo espiritual. Protestos, gente dormindo na rua, vaias e manifestações agressivas... Pedidos de justiça adicionados a cenas de violência e intolerância. Mas o caso chegou ao fim e Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram julgados – e condenados – pela morte da menininha de cinco anos.
Mas afinal qual é o motivo deste fascínio popular? Acho que pela crueldade do crime feito pelo próprio pai e madrasta, sem chance da vítima de se defender. Além de existir no ser humano, uma atração pelo espetáculo e tragédia. O fato é que o crime foi bárbaro, desumano. Esse casal já estava condenado muito antes de começar o julgamento. E ainda teem que prestar contas a Deus. Grande abraço.

"Política sem medo" disse...

Oh meu Deus! Embora o casal tenha sido condenado nunca mais sua mamae podera ver Isabella! Essa e uma dor que so mesmo uma mae e um pai que amam podem avaliar. Perder uma crianca saudavel, inteligente, meiga, amiga, prestativa e linda nas maos de dois insanos seres humanos adultos e muito cruel. Deus porem cuidara de Isabellinha ate seu reencontro com sua amada mamae. Ate la sua mae guardara sua imagem inocente e pura na mente vinte e quatro horas de todos os dias de sua vida. Isso pelo sofrimento de saber o quanto a pobrezinha deve ter sofrido nas maos desses dois. Deus ha de dar a todos a resignacao pelo que aconteceu e o perdao para esses crueis criminosos que ja estao pagando muito caro, mesmo porque estao longe dos seus proprios filhos. Parabens Dr.Francisco Cembranelli!

LUCONI disse...

Bem o que dizer meu amigo? Nada apagará a dor da mãe de Isabella, o tempo apenas fará com que ela chore em silêncio, beijos Luconi