sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A REVOLTA DO MARANHENSE.

Um dos estados mais atrasados do Brasil, vivendo ainda com comportamento de no mínimo dois séculos atrás, motivado pelo completo abandono dos governos federal e estadual, os quais preocupam-se mais com discursos fajutos e vazios, com promessas eleitoreiras que jamais são cumpridas, onde o descaso faz-se presente em todos os segmentos sociais, começando por não existirem as mínimas condições de sobrevivência, infraestrutura de saneamento básico, empregos, educação, alimentação e, princialmente segurança, contibuem para a insatisfação popular ao tambem saber o alto gráu de impunidade, transformar-se em revolta, partindo para ação de tentar resolver pelos meios que possuem, ou seja: a justiça pelas próprias mãos, monstrando às autoridades que, mesmo com tamanho sofrimento teem forças para reagir. Os fatos ocorridos ontem no interior do estado e em determinado bairro em São Paulo, alem de mostrarem o total despreparo de policiais, servem de alerta aos poderosos. A sociedade começa a dar 'o grito da boiada". Se necessário for, irá às ruas num curtíssimo espaço de tempo. O lema da nação verde e amarelo é:"ordem e Progresso". E para defendê-lo, os caras-pintadas de ontem, hoje, pintarão o corpo inteiro.

Um comentário:

J. Araújo disse...

O Estado do Maranhão foi transformado em mero quintal dos Sarneys da vida. Já que o Estado está "dominado" resolveu estender seu poder para o AP.

Os "caras pintadas" não aparecem por que são financiados com dinheiro público. Até que dias atrás tentaram mostrar a cara. Deu em nada.

Abraço